93 - Alíquota de ICMS superior a definida para a operação interestadual

 

Causa

Quando for emitida uma NF-e de Operação Interestadual (com CFOP iniciado por "6") nas seguintes condições abaixo, será retornado a rejeição "693 - Alíquota de ICMS superior a definida para a operação interestadual":

I. Se mercadoria com Origem (Campo: orig - ID: N11) diferente de:

  • 1 - Estrangeira - Importação direta, exceto a indicada no código 6;
  • 2 - Estrangeira - Adquirida no mercado interno, exceto a indicada no código 7;
  • 3 - Nacional, mercadoria ou bem com Conteúdo de Importação superior a 40% e inferior ou igual a 70%;
  • 8 - Nacional, mercadoria ou bem com Conteúdo de Importação superior a 70%.

II. Se o Emitente for de um Estado da Região Sul ou Sudeste (exceto Espirito Santo) e emitir NF-e para Destinatário localizado nos Estados do Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Espirito Santo, com Valor da alíquota (Campo: pICMS - ID: N16) do ICMS maior que 7% (sete por cento);

III. Se Valor da alíquota do ICMS maior do que 12% (doze por cento) para os demais casos.

 

Exceções a regra:

  1. Não se aplica a regra na venda de veículos novos (Campo: det / prod / veicProd - ID: J01), para a Venda direta para grandes consumidores (tpOp=3), ou para Faturamento direto para consumidor final (tpOp=2);

  2. Não se aplica a regra quando a Finalidade da NF-e (Campo: ide / finNFe - ID: B25) for de devolução (finNFe=4);

  3. Não se aplica para NF-es emitidas para destinatário Não Contribuinte (indIEDest = 9) com data de emissão anterior a 01/01/2016.

 

Exemplo:

Foi emitida uma NF-e por um emitente localizado no Estado do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre (Região Sul) para um destinatário localizado na Bahia, na cidade de Salvador (Região Nordeste), com o CFOP "6.102 - Venda de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros", com ICMS 00 de origem "5 - Nacional, mercadoria ou bem com Conteúdo de Importação inferior ou igual a 40%" e valor da alíquota de 16% (dezesseis por cento). Nessa situação, a NF-e será rejeitada pelo motivo 693.

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81

<emit>

    <CNPJ>05685111000011</CNPJ>

    <xNome>Soluções Oobj</xNome>

    <enderEmit>

        <xLgr>PROF ALGACYR MUNHOZ MADER</xLgr>

        <nro>2800</nro>

        <xBairro>CIC</xBairro>

        <cMun>4314902</cMun>

        <xMun>Porto Alegre</xMun>

        <UF>RS</UF>

        <CEP>81310020</CEP>

        <cPais>1058</cPais>

        <xPais>BRASIL</xPais>

    </enderEmit>

    <IE>9876543210</IE>

    <CRT>3</CRT>

</emit>

<dest>

    <CNPJ>99999999000191</CNPJ>

    <xNome>NF-E EMITIDA EM AMBIENTE DE HOMOLOGACAO - SEM VALOR FISCAL</xNome>

    <enderDest>

        <xLgr>PROF ALGACYR MUNHOZ MADER</xLgr>

        <nro>2800</nro>

        <xBairro>CIC</xBairro>

        <cMun>2927408</cMun>

        <xMun>SALVADOR</xMun>

        <UF>BA</UF>

        <CEP>00000000</CEP>

        <cPais>1058</cPais>

        <xPais>BRASIL</xPais>

    </enderDest>

    <indIEDest>1</indIEDest>

    <IE>0123456789</IE>

</dest>

<det nItem="1">

    <prod>

        <cProd>357880</cProd>

        <cEAN/>

        <xProd>CETIM AMASSADO CETIM AMASSADO 500 01/27/33/36/42</xProd>

        <NCM>54075210</NCM>

        <CFOP>6102</CFOP>

        <uCom>M</uCom>

        <qCom>20.0000</qCom>

        <vUnCom>13.6400</vUnCom>

        <vProd>272.80</vProd>

        <cEANTrib/>

        <uTrib>M</uTrib>

        <qTrib>20.0000</qTrib>

        <vUnTrib>13.6400</vUnTrib>

        <vOutro>19.99</vOutro>

        <indTot>1</indTot>

    </prod>

    <imposto>

        <ICMS>

            <ICMS00>

                <orig>0</orig>

                <CST>00</CST>

                <modBC>3</modBC>

                <vBC>292.79</vBC>

                <pICMS>16.00</pICMS>

                <vICMS>46.85</vICMS>

            </ICMS00>

        </ICMS>

        <PIS>

            <PISAliq>

                <CST>02</CST>

                <vBC>272.80</vBC>

                <pPIS>1.65</pPIS>

                <vPIS>4.50</vPIS>

            </PISAliq>

        </PIS>

        <COFINS>

            <COFINSAliq>

                <CST>02</CST>

                <vBC>272.80</vBC>

                <pCOFINS>7.60</pCOFINS>

                <vCOFINS>20.73</vCOFINS>

            </COFINSAliq>

        </COFINS>

    </imposto>

</det>

 

Veja regra de validação da Sefaz:

 

Como Resolver

Deve-se analisar a Tributação do ICMS, conferindo os percentuais permitidos de acordo com a origem e destino das operações interestaduais. Para essa análise, em caso de dúvidas, entre em contato com o seu consultor fiscal ou departamento responsável na sua empresa. Normalmente apenas o percentual da Alíquota do ICMS é corrigido. Veja a seguir um exemplo de XML com percentual da Alíquota do ICMS corrigido:

1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

<det nItem="1">

    <prod>

        <cProd>357880</cProd>

        <cEAN/>

        <xProd>CETIM AMASSADO CETIM AMASSADO 500 01/27/33/36/42</xProd>

        <NCM>54075210</NCM>

        <CFOP>6102</CFOP>

        <uCom>M</uCom>

        <qCom>20.0000</qCom>

        <vUnCom>13.6400</vUnCom>

        <vProd>272.80</vProd>

        <cEANTrib/>

        <uTrib>M</uTrib>

        <qTrib>20.0000</qTrib>

        <vUnTrib>13.6400</vUnTrib>

        <vOutro>19.99</vOutro>

        <indTot>1</indTot>

    </prod>

    <imposto>

        <ICMS>

            <ICMS00>

                <orig>0</orig>

                <CST>00</CST>

                <modBC>3</modBC>

                <vBC>292.79</vBC>

                <pICMS>4.00</pICMS>

                <vICMS>11.71</vICMS>

            </ICMS00>

        </ICMS>

        <PIS>

            <PISAliq>

                <CST>02</CST>

                <vBC>272.80</vBC>

                <pPIS>1.65</pPIS>

                <vPIS>4.50</vPIS>

            </PISAliq>

        </PIS>

        <COFINS>

            <COFINSAliq>

                <CST>02</CST>

                <vBC>272.80</vBC>

                <pCOFINS>7.60</pCOFINS>

                <vCOFINS>20.73</vCOFINS>

            </COFINSAliq>

        </COFINS>

    </imposto>

</det>

 

No percentual da tributação do ICMS foi informado o valor de 4% (quatro por cento). O exemplo mostrado é uma situação hipotética e pode não se adequar as situações e operações de sua NF-e.

Feita a correção da alíquota do ICMS, basta reenviar a NF-e para processamento.

 

Referência

- See more at: http://www.oobj.com.br/bc/article/rejei%C3%A7%C3%A3o-693-al%C3%ADquota-de-icms-superior-a-definida-para-a-opera%C3%A7%C3%A3o-interestadual-como-resolver-326.html#sthash.sBJ8EJ1S.dpuf